Cobrança extrajudicial: como proceder?

Segundo pesquisas do Serasa Experian, em junho de 2018 a taxa de inadimplência no nosso país bateu o recorde, atingindo mais de 62 milhões de pessoas.

A pesquisa nos leva a concluir que a maioria das empresas está com sérios problemas para receber o pagamento por parte de seus clientes.

Sabe-se também que a preocupação com os recebimentos fez com que muitas empresas invistam em sistemas e ferramentas para facilitar a cobrança.

É certo dizer ainda que a maioria das empresas tenta um acordo com os devedores, e o melhor caminho ainda é a chamada cobrança extrajudicial, o que facilita para ambas as partes a negociação.

No nosso post, falaremos de forma mais detalhada sobre a cobrança extrajudicial, seus benefícios e como proceder para aplicá-la. Não deixe de ler até o final!

O que é uma cobrança extrajudicial?

O artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor proíbe todo e qualquer tipo de ação que possa constranger o devedor.

Por isso, tanto a empresa, como uma assessoria de cobrança, deve ter muito cuidado na hora de cobrar, e nessa hora, a cobrança extrajudicial é o melhor caminho.

Com a cobrança extrajudicial, a empresa ganha em agilidade e resultados e, o devedor ou inadimplente tem a possibilidade de saldar seus débitos de forma facilitada.

Como funciona a cobrança extrajudicial?

Na cobrança extrajudicial não existe a presença ou a interferência de advogados ou qualquer tipo de ação judicial.

Nesse tipo de cobrança, a empresa é quem entra em contato com o devedor e propõe um acordo para o devido acerto das contas.

Por isso que ela é chamada de cobrança amigável. Nela são propostos meios de pagamento que facilitem para o devedor. Sem contar que, geralmente, ainda são oferecidos descontos no valor da dívida, para facilitar ainda mais o pagamento.

As cobranças extrajudiciais são efetuadas por assessorias de cobrança ou pela própria credora, e se constitui em um passo importantíssimo da negociação para que não aconteça o processo judicial.

Procedimentos para uma cobrança extrajudicial

Para efetuar a cobrança extrajudicial, é preciso que seja enviada uma notificação propondo uma resolução amigável da dívida, sem envolver o judiciário.

E é preciso comprovar que a pessoa foi notificada a respeito da dívida em cobrança, se precisar acionar o judicial mais tarde.

A notificação poderá ser feita por meio de:

Cartório de Registro de Títulos e Documentos: o uso do cartório é recomendado para dívidas de grande monta. Para isso, é preciso pagar uma taxa e o próprio cartório se encarrega de entregar a mensagem para o destinatário.

Carta com Aviso de Recebimento: a notificação deve ser enviada via correio. É uma opção mais barata, apesar de correr o risco da mensagem não ser entregue diretamente ao destinatário. Algumas vezes, por exemplo, é o zelador do prédio do notificado quem recebe o envelope do correio.

Mesmo sem a comprovação do recebimento, enviar mensagens usando aplicativos também é um meio usado para cobranças extrajudiciais, principalmente quando no início do processo de negociação.

Quais são os benefícios da cobrança extrajudicial?

Como já falamos, a empresa vai ganhar na agilidade e nos resultados dos processos de cobrança e o devedor vai ter a oportunidade de quitar sua dívida de forma amigável.

Mas, existem outros benefícios proporcionados pela cobrança extrajudicial, entre eles podemos citar:

  • Preserva e mantém o bom relacionamento com o cliente;
  • Menos desgaste e mais facilidade na negociação;
  • Economia pela ausência dos custos judiciais;
  • Cria uma melhor imagem da empresa.

Para que tudo aconteça, é preciso um rigoroso controle para acompanhar o passo a passo de como está o processo da cobrança. Por isso, o uso de uma ferramenta adequada é essencial, como o DicobWeb, por exemplo.

O que é o Dicobweb?

A cobrança extrajudicial, como já sabemos, é provavelmente o método mais usado para cobrança.

Mas, ele exige controle de todos os processos, é preciso acompanhar todo o andamento da negociação, desde o primeiro contato, as possibilidades ofertadas e tudo que se referir ao cliente e a negociação em si.

E o DicobWeb é o sistema ideal para quem precisa fazer esse controle operacional e gerencial das cobranças extrajudiciais.

Pode ser usado tanto por uma assessoria de cobrança, como por outros estabelecimentos como escolas, condomínios e qualquer instituição que faça cobranças recorrentes.

Cobrança com qualidade e agilidade

O processo de uma cobrança extrajudicial pode ser resolvido em horas, semanas, enfim, em pouco tempo, dependendo da disponibilidade de todos os envolvidos.

Portanto, para quem quer agilidade no processo, certamente, a cobrança extrajudicial é a melhor opção.

E quando se emprega a essa cobrança extrajudicial recursos tecnológicos, todo o processo com certeza fica mais organizado, o que vai garantir melhores resultados para todos.
Quer saber mais detalhes sobre o DicobWeb? Acesse nossa página!

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
IRANILSON BARBOSA DA CRUZ
IRANILSON BARBOSA DA CRUZ
2 anos atrás

MUITO BOM. UMA SAIDA AMIGAVEL, PARA O DEVEDOR. O ACORDO CERTO. A PAZ.!

Sebastião M. Monteiro
Sebastião M. Monteiro
2 anos atrás

Bom dia. Excelente texto.Foi muito útil para mim. Vou acessar a página de vcs., pois preciso reiterar uma notificação extrajudicial que o notificado ainda não se manifestou sobre um eventual acordo.

Rafael
Rafael
2 anos atrás

Boa tarde estou com um protesto só que eu estou tentando fazer um acordo com o valor bem acima da dívida só que a empresa está enrolando será que eu posso acionar um advogado para tentar resolver isso

Rafael
Rafael
1 ano atrás

Olá, tudo bem?
Eu recebi uma e não tenho como pagar.
Não estou trabalhando, moro de favor e não possuo bens e dinheiro.
O que pode acontecer comigo?

Podem me orientar?

6
0
Would love your thoughts, please comment.x