Gestão ágil: como desenvolver na sua ESC

Quando falamos de metodologia ágil, é comum que o desenvolvimento de software venha à cabeça. E enquanto essa abordagem foi de fato desenvolvida para projetos de software, hoje sua aplicação vai muito além das fábricas de software ou da TI da empresa. A gestão ágil, como é chamada a aplicação dos conceitos ágeis à administração de uma empresa tem ganhado cada dia mais força.

Isso porque vivemos em um mundo dinâmico e em constante mudança. As oscilações no mercado e eventos inesperados (como a pandemia do coronavírus) exigem que as empresas modernas saibam agir de forma rápida, criando planos de ação eficazes que as permitam competir e conquistar o mercado.

Para quem abriu ou deseja abrir uma ESC, a gestão ágil é a melhor forma de fazer isso. No artigo de hoje, vamos explicar o que diz a metodologia ágil e como ela pode ser aplicada na gestão da sua ESC. Acompanhe!

O que dizem as metodologias ágeis?

As metodologias ágeis (sim, são mais de uma) foram criadas com base no Manifesto Ágil — documento publicado em 2001 por um grupo de desenvolvedores que se propunha a mudar a forma como o desenvolvimento de software era pensado.

Até então, os projetos de desenvolvimento tinham pouco ou nenhum foco em quem mais importava: o cliente para quem o sistema estava sendo desenvolvido. Além disso, a metodologia em cascata, anterior ao ágil, estipulava que as fases de um projeto fossem executadas uma após a outra. Isso criava dependências que atrasavam o projeto e impedia que problemas fossem identificados logo no início.

As metodologias ágeis resolvem isso. Centradas no cliente, elas permitem que um projeto seja dividido em fases iterativas, chamadas de sprints. Um sprint é um período de tempo alocado para uma fase específica de um projeto quando toda a equipe trabalha junto para capturar mudanças que surgem pelo caminho e otimizar produtos durante seu desenvolvimento.

O resultado é a redução de retrabalho ao longo do projeto (e consequentemente do tempo de desenvolvimento) e um produto final muito mais alinhado às expectativas do cliente final. Mas como isso se aplica à gestão de uma ESC?

Gestão ágil na ESC: qual a aplicação?

A gestão ágil de negócios pressupõe que as organizações com uma mentalidade ágil conseguem agregar mais valor e superar a concorrência em um ambiente cada vez mais incerto e complexo.

Aqui, o ágil é muito mais do que uma estrutura de gerenciamento de projetos. É uma revisão completa dos processos administrativos, repensando e redesenhando estruturas organizacionais, processos de RH, estratégias de marketing e modelos de liderança de acordo com princípios ágeis.

Por padrão, as pequenas empresas, como as ESCs, são orientadas para a agilidade, pois têm pequenas equipes que podem se adaptar facilmente às mudanças. E tudo o que as pequenas empresas desejam é crescimento; tendo isso em mente, as pequenas empresas têm uma grande oportunidade de alavancar estratégias de negócios ágeis para sobreviver às mudanças do mercado e aumentar a receita.

Há várias razões para uma ESC implementar a gestão ágil, como:

  • Tenha equipes flexíveis. As equipes dentro da ESC não estão apenas conectadas profissionalmente, mas também moral e emocionalmente. No gerenciamento ágil, as pessoas se concentram na interação e na colaboração próxima. Mesmo que contem com trabalhadores remotos, a gestão permite à ESC priorizar uma melhor comunicação e criar um processo de operação mais transparente e simples;
  • Reaja rápido às mudanças. As ESCs são empresas que dependem da agilidade. Isso significa que a velocidade com que respondem às flutuações do mercado e as solicitações dos cliente tem impacto direto no seu sucesso. A gestão ágil permite, justamente, que a ESC ganhe velocidade necessária para ser bem-sucedida;
  • Redução do risco. Ser sensível aos fatores de risco é uma qualidade superior que qualquer empresa se esforça para ter. Em uma ESC, os fatores de risco aparecem com mais frequência. Devido à rápida mobilização de recursos proporcionada por uma gestão ágil, é provável que eles superem esses riscos de maneira suave e quase sem perdas.

Como aplicar a gestão ágil na ESC?

Você pode ajudar sua ESC a ser mais ágil fazendo algumas mudanças importantes e adotando uma “mentalidade” ágil — um foco em eficiência, capacidade de resposta e flexibilidade. Veja abaixo algumas dicas:

Mais interação com o cliente

Muitas empresas menores têm a vantagem de poder interagir diretamente com seus clientes, pessoalmente e por meio das mídias sociais. Isso permite que elas obtenham feedbacks diretos e frequentes sobre seus serviços ou produtos.

No caso da ESC, você pode tornar seu negócio mais ágil monitorando continuamente as respostas de seus clientes e estando pronto para agir de acordo com seus comentários. Incorpore mudanças em seus negócios com base no que os clientes desejam. Isso pode ajudar a dar a sua ESC uma vantagem competitiva.

Comunicação frequente

A comunicação aberta e constante é um aspecto fundamental de qualquer metodologia ágil. Evita a duplicação de esforços, trabalho desperdiçado e atrasos na resposta.

O ideal é que todos em sua equipe se comuniquem diariamente, e os comentários ou alterações relevantes devem ser comunicados de forma clara e imediata.

Também procure se comunicar tão regularmente quanto possível com seus clientes, parceiros de negócios, fornecedores e quaisquer outras partes interessadas.

Elimine a complexidade e o desperdício

As pequenas empresas muitas vezes cometem o erro de usar serviços e comprar equipamentos de que não precisam, simplesmente porque outras empresas maiores fazem o mesmo. Isso pode ir desde o aluguel de escritórios desnecessariamente grandes até a compra de softwares caros e ineficientes.

Qualquer coisa que não gere valor ao seu negócio deve ser considerada desperdício — e, segundo a metodologia ágil, todo desperdício deve ser eliminado.

Em vez disso, gerencie os custos sendo lúcido e focando apenas no que é importante. Procure eliminar complexidade desnecessária e investir em ferramentas que realmente tragam retorno. Por exemplo, em vez de apostar em um software de contabilidade genérico, procure um software de gestão que seja voltado à operação da ESC e cubra todos os aspectos da gestão do negócio.

Foco no local

A atuação da ESC deve ser local, conforme estipula a legislação. Por isso, concentre sua publicidade em clientes locais e promova-se como uma marca menor que está realmente oferecendo um bom serviço para as empresas da região.

As ESCs não precisam competir com as grandes instituições financeiras se puderem se promover como a escolha local com melhor serviço individual e condições financeiras mais razoáveis.

Embora seja fácil adotar práticas ágeis em uma pequena empresa, o fato é que vivemos em uma era de rupturas tecnológicas e condições de mercado em rápida mudança. Juntamente com a concorrência acirrada e recursos limitados, as ESCs não podem relevar a agilidade dos negócios e devem cultivar constantemente uma gestão ágil.

Para saber mais dicas sobre como otimizar a gestão da sua ESC, acompanhe o nosso blog!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x