Software em nuvem ou local, qual é o melhor para sua factoring?

software em nuvem é bom para factoring?

Certamente, sempre há um bombardeio entre soluções no local e na nuvem quando se trata de selecionar um sistema que facilite a gestão da Factoring e ajude a melhorar a eficiência operacional, controlando custos e aumentando os lucros.

A diferença básica entre a solução local ou baseada em nuvem está em como o software é implantado e acessado. Enquanto software local é instalado nos servidores da própria organização, o software em nuvem é acessado através da internet, e fica instalado na nuvem.

Mas o que isso muda para sua Factoring na prática? Vamos dar uma olhada nas principais diferenças entre esses dois modelos no artigo de hoje!

Instalação e preço do software em nuvem vs. local

O software baseado em nuvem é hospedado em servidores da nuvem, de propriedade do fornecedor e são acessados por meio de um navegador da web. Ele é vendido como um serviço e por isso é conhecido também como Software-as-a-Service (SaaS) — isso significa que, para ter acesso ao produto, você paga uma assinatura mensal por usuário que utiliza o sistema.

Já o software local é instalado, como o nome já diz, localmente, nos próprios computadores e servidores da empresa. Para adquiri-lo, você compra uma licença de uso única para cada computador em que o software for instalado.

Os sistemas instalados no local são geralmente considerados uma despesa de capital (Capex), com um grande investimento inicial já que você precisa investir em hardware pesado para suportá-lo. Já a solução em nuvem, por outro lado, é normalmente considerada uma despesa operacional (Opex).

O baixo custo inicial para adquirir um software em nuvem contribuiu para sua ampla adoção. Isso porque a assinatura do software em nuvem já inclui toda a manutenção e atualização que você pode precisar durante o caminho, enquanto o software no local possui uma licença única cara.

O software no local ainda exige que você compre novas licenças caso queira atualizar seu sistema com as mais recentes funcionalidades. Ou seja, quando uma nova versão é lançada, você precisa comprar um software novo. Além disso, qualquer manutenção no próprio software ou no hardware que o suporta também fica por sua conta.

Em contraste, as soluções para Factoring em nuvem são continuamente atualizadas pelo provedor para que você possa ter certeza de que está sempre usando a versão mais recente e avançada de seu software.

Segurança do software em nuvem vs. local

Outro aspecto importante na hora de escolher o tipo de implantação para o software da sua Factoring é a segurança. A segurança dos dados é uma preocupação atual e constante de qualquer empresa. Além de manter a propriedade intelectual da empresa segura, as organizações são obrigadas a garantir que os dados pessoais de clientes que utilizam também estejam protegidos contra vazamentos.

Como é oferecido como um serviço, a segurança do software em nuvem também faz parte do pacote pelo qual você paga. Ou seja, você não precisa se preocupar com a segurança do sistema , uma vez que a empresa fornecedora atestará que os dados que circulam no software da sua Factoring estão seguros.

Já no software local, você é responsável pela segurança. Enquanto isso pode te dar mais controle sobre as medidas que são implantadas, também te dá mais trabalho e gera mais custos, tanto com tecnologia de proteção quanto com uma equipe especializada.

Além disso, a segurança da informação não é o foco da sua Factoring, mas é o foco da empresa fornecedora do software em nuvem — isso se traduz em uma proteção muito mais eficaz.

Escalabilidade: o crescimento do software em nuvem vs. local

Na hora de escolher entre o software em nuvem ou local para sua Factoring, também é preciso considerar a escalabilidade — essa é a capacidade que o software tem de crescer junto com o crescimento do seu negócio.

Por exemplo, quando falamos do software local, ela tem pouco escalabilidade uma vez que, para que você aumente o uso do software, precisa comprar mais licenças caras e aumentar sua infraestrutura com hardware novo.

Já o software em nuvem pode ser escalado facilmente. Basta acrescentar assinaturas ao seu pacote. Ou seja, você não precisa se preocupar em adquirir novo hardware à medida que sua empresa cresce, o que torna muito mais fácil escalar seu sistema.

Outra vantagem é que o software em nuvem é acessado pela internet, através de um navegador web. Isso significa que não importa onde seus funcionários estejam, eles ainda conseguem acessar o programa e realizar o trabalho normalmente. Diferentemente do software no local, que só fica instalado no computador da empresa e deve ser acesso através da rede dela.

A mobilidade proporcionada pelo software em nuvem é muito útil, especialmente em tempos em que o home office está crescendo. A maioria dos sistemas em nuvem ainda permite fácil acessibilidade em dispositivos móveis e muitos até oferecem aplicativos móveis nativos.

Cada negócio é único, portanto, é fundamental considerar como as diferentes opções de implantação de software para Factoring afetarão sua empresa. Enquanto o software local pode te dar mais controle, ele também vai gerar muito mais custos ao longo do tempo. Já o software em nuvem, como o DIFACT, te proporcionará muito mais eficiência e economia.

Conheça de perto a eficiência e economia do software em nuvem! Solicite uma demonstração agora mesmo e aproveite dos seus benefícios!

Sistema para Factoring: a solução definitiva para aumentar sua produtividade

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Aniversário Decisão Sistemas | 50% de desconto nas primeiras 2 mensalidades

0
Would love your thoughts, please comment.x