Debêntures: como esse ativo de renda fixa funciona?

Você sabe o que são Debêntures e como esses ativos funcionam? Para quem deseja começar a investir, esse é um assunto muito importante! Sempre que ocorre alguma baixa da Selic, é comum que os investidores busquem por opções mais vantajosas e lucrativas. E no mundo dos ativos de renda fixa, as Debêntures são as mais populares.

Contudo, antes de investir nesse tipo de ativo, é preciso entender como é o funcionamento, além de outros pontos a respeito do tema.

Pensando nisso, separamos diversas informações, para ajudar você a investir, otimizando a rentabilidade de sua carteira! Quer saber mais? É só ficar com a gente e ler até o final pra entender tudo!

O que são debêntures?

Debêntures são títulos de dívida emitidos por empresas, com o objetivo de captar recursos para financiar suas atividades. Ao comprar uma debênture, o investidor empresta dinheiro para a empresa, recebendo juros em troca.

As debêntures são consideradas ativos de renda fixa porque a rentabilidade é previamente definida e conhecida no momento da compra. Ou seja, o investidor sabe exatamente quanto irá receber de juros e quando irá receber, desde que a empresa cumpra com suas obrigações de pagamento.

Existem diferentes tipos de debêntures, com características que podem variar de acordo com a emissora e as condições da oferta. Algumas debêntures são conversíveis em ações da empresa, outras podem ter garantias específicas, como a alienação fiduciária de bens, e outras ainda podem ser emitidas com prazos e taxas de juros distintas.

As debêntures são negociadas no mercado secundário, o que permite ao investidor vender seus títulos antes do vencimento, caso seja necessário. No entanto, é importante destacar que a rentabilidade da debênture pode variar de acordo com as condições do mercado, de forma que o investidor pode obter ganhos ou perdas em relação ao valor de compra.

Para as empresas, esses ativos são um meio para negociar e levantar capital para expandir a empresa, ou para realização de qualquer projeto. Enquanto para os investidores, as debêntures são uma forma de fazer aplicações com maior rentabilidade.

Rentabilidade e tributação

A rentabilidade e a tributação são dois dos pontos mais importantes a serem considerados, na hora de investir em debêntures.

Quando falamos em rendimento, é importante levar em conta e conferir com cuidado o tipo do ativo em que você está investindo. Afinal, isso reflete diretamente sobre a rentabilidade do investimento. Confira a seguir quais são e entenda melhor cada um deles:

  • Pré-fixado: as Debêntures pré-fixadas possuem um pagamento de um percentual de juros ao ano, que deve ser definido antes da compra. Assim, o rendimento desse ativo será conhecido antes mesmo de fazer o investimento. E você poderá calcular quanto vai ganhar antes de fechar a compra;
  • Pós-fixado: no caso das Debêntures pós-fixadas, a rentabilidade não pode ser prevista na hora de fazer a aplicação. Ela é ligada a um indexador, que demonstra como a correção do título será feita, para que se faça o cálculo da rentabilidade;
  • Híbrido: as Debêntures com rendimento híbrido são aquelas que têm características dos dois tipos citados acima. Ou seja, ele é ligado a um indexador e ainda conta com uma taxa fixa de juros.

Já quando falamos em tributação do Imposto de Renda, as debêntures seguem regras comuns,  que valem também para outros investimentos de renda fixa. A alíquota segue uma tabela regressiva, que pode variar de acordo com o tempo das aplicações. A tabela de alíquotas do Imposto de Renda fica da seguinte forma:

  • Aplicações com prazos de até 180 dias: 22,5%;
  • Aplicações com prazos de 181 a 360 dias: 20%;
  • Aplicações com prazos de 361 a 720 dias: 17,5%;
  • Aplicações com prazos de mais de 721 dias: 15%.

Vantagens das Debêntures

Agora que você já sabe o que é e como funciona a rentabilidade e a tributação das Debêntures, é hora de saber as vantagens em investir nesse tipo de ativo. Confira!

Rentabilidade: as debêntures geralmente oferecem rentabilidades mais atrativas do que investimentos em renda fixa mais conservadores, como a poupança ou os títulos do Tesouro Direto.

Diversificação: investir em debêntures pode ser uma forma de diversificar a carteira, já que esse tipo de investimento tem características diferentes de outros ativos de renda fixa, como os CDBs e as Letras de Crédito.

Acesso a empresas: as debêntures são emitidas por empresas, o que pode oferecer ao investidor a oportunidade de investir em empresas que ele acredita ter potencial de crescimento ou que já sejam consolidadas no mercado.

Liquidez: embora as debêntures tenham prazo de vencimento, elas são negociáveis no mercado secundário, o que significa que o investidor pode vendê-las antes do vencimento se precisar do dinheiro antes.

Garantias: algumas debêntures podem ser emitidas com garantias específicas, como a alienação fiduciária de bens, o que pode dar mais segurança ao investidor.

Isenção de Imposto de Renda: em alguns casos, as debêntures podem ter isenção de Imposto de Renda para pessoas físicas, o que pode aumentar a rentabilidade do investimento.

Dúvidas antes de investir

Apesar de ser um dos investimentos mais rentáveis e seguros da atualidade, é importante lembrar que as debêntures têm riscos, como a possibilidade de inadimplência da empresa emissora e a variação das condições de mercado, que podem afetar a rentabilidade do investimento. Afinal, quando se trata de investimento, todo o cuidado é pouco. Dessa forma, fica a pergunta: investir em Debêntures vale mesmo a pena?

Contudo, não existe uma resposta certa para essa pergunta. Afinal, para muitos investidores, essa pode sim ser uma alternativa que valha a pena. Enquanto isso, para outros, fazer aplicações nesses ativos não é algo tão interessante.

Dessa forma, antes de começar a investir, é importante que você se faça algumas perguntas importantes, como por exemplo:

  • Qual o objetivo do investimento?
  • Qual o prazo do investimento?
  • Quanto de risco quero expor o capital?
  • Qual remuneração pretendo obter?

Por fim, depois de responder a todas essas questões, pondere se essa é, ou não, uma boa opção para sua carteira.

Conclusão

As Debêntures são opções bastante atrativas para quem deseja investir em ativos com boa rentabilidade e riscos baixos. Contudo, assim como todo investimento, ela possui seus riscos e, por conta disso, cada aplicação deve ser planejada e pensada com cuidado.

Certifique-se que esses ativos estão alinhados com seu perfil, para se certificar que não terá problemas no futuro.

A Decisão Sistemas comercializa software especializado em gestão de securitizadoras, para dar mais tranquilidade e segurança para você e para seu patrimônio. Acesse o site e conheça as opções e planos do DISECURIT!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Aniversário Decisão Sistemas | 50% de desconto nas primeiras 2 mensalidades

0
Would love your thoughts, please comment.x