Empresa de cobrança: como se relacionar com os devedores?

Lidar com dívidas é sempre algo problemático, não importa de que lado você esteja — o de quem deve ou o de quem cobra.  Por isso, separamos aqui algumas dicas de como lidar tanto com os credores quanto com os devedores, a fim de melhorar o processo. Acompanhe:

Pressionar um devedor, com relação ao prazo, pode gerar uma postura defensiva, o que reduz as chances de pagamento. Por outro lado, o credor quer receber seu pagamento na data combinada e pressiona a empresa de cobrança para manter o ritmo alto nas negociações.

Tentar equilibrar esses dois lados pode ser uma tarefa complicada, pois raramente é possível agradar ambos ao mesmo tempo. É necessário facilitar a cobrança e o pagamento de dívidas sem prejudicar o credor.

 

Mantenha seus registros sempre atualizados

Todo o trabalho de gestão de cobrança deve girar em torno de seu cadastro. Manter uma lista bem organizada dos devedores, com suas respectivas dívidas, é muito importante. Isso evita que uma dívida seja esquecida e não cobrada ou que o mesmo devedor seja cobrado mais de uma vez.

Quando se fala de inadimplentes, esse registro é vital, pois permite organizar toda a documentação sobre os valores devidos, facilitando o momento de prestar contas aso credores. Na pior das hipóteses, servirá como base documental para uma disputa judicial pela quitação do débito.

 

Saiba negociar e mediar

A negociação de dívidas tornou-se algo bem comum nos últimos anos. Com a queda do mercado financeiro, muitas pessoas tiveram sua renda reduzida ou perderam seus empregos, ficando impossibilitadas de honrar todos os seus compromissos.

Felizmente, a grande maioria dos devedores deseja quitar sua dívida e só precisa de alguma ajuda. Nessas horas, vale a pena reduzir os juros, oferecer pequenos descontos ou estender os prazos de pagamento. Assim, a dívida será quitada e ficará mais difícil construir uma relação amigável com o devedor.

 

Mostre que o devedor não é só uma pilha de dívidas

Algo muito importante a saber sobre inadimplentes parciais (aqueles que possuem recursos para honrar apenas parte de suas dívidas) é como os pagamentos são priorizados.

No geral, as pessoas costumam priorizar os serviços necessários, como comida, aluguel, tratamentos médicos e tudo que é indispensável. Em segundo lugar, dívidas que apresentem algum benefício quando são pagas.

Em terceiro, são quitadas as dívidas junto às pessoas de que mais se gosta, como amigos ou cobradores mais simpáticos. Só depois é paga qualquer outra cobrança.

Sabendo disso, um escritório de cobrança pode abordar o devedor de forma a tornar-se prioridade nesta lista. Isso vai beneficiar tanto a assessoria quanto o credor, pois a dívida tem maior chance de ser paga.

O operador de cobrança responsável por esse atendimento pode oferecer dicas de como a dívida pode ser paga mais facilmente. Esse serviço informal de consultoria financeira já é o suficiente para subir na lista de prioridades.

 

Ofereça algum benefício aos credores mais flexíveis

Claro que nenhum credor gosta de atrasos no pagamento nem de receber menos do que o esperado. Mas, em alguns casos, é imperativo que o credor seja flexível para que possa receber seu dinheiro. A fim de evitar que as negociações fiquem muito difíceis, a própria empresa de cobrança pode oferecer algo ao credor, como um serviço extra ou pequeno desconto que minimize a perda.

Na dúvida, uma boa tática é lançar mão do argumento das prioridades. Oferecendo um acordo ou benefício, podem-se melhorar as chances de negociação para todas as partes.

 

Como vem atuando a sua empresa de cobrança? Você utiliza outros métodos para melhorar o nível das negociações de dívidas? Deixe seu comentário com sua dúvida ou depoimento.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Aniversário Decisão Sistemas | 50% de desconto nas primeiras 2 mensalidades

0
Would love your thoughts, please comment.x