6 tipos de cobrança: como escolher o melhor para sua empresa?

De fato, atualmente, existem diversos tipos de cobrança, e selecionar o modelo que melhor se adeque às necessidades da sua empresa é fundamental no que diz respeito a melhora no seu índice de inadimplência.

Desse modo, hoje falaremos sobre os tipos de cobrança existentes e a como escolhê-los corretamente. Acompanhe até o final.

Conheça os 6 tipos de cobrança mais utilizados

Cobrança preventiva

Dentre os tipos de cobrança existentes, certamente esse é um dos mais importantes. A cobrança preventiva nada mais é o que o aviso prévio relacionado a uma conta que está para vencer.

Logo, o cliente recebe um lembrete alguns dias antes do vencimento da sua fatura, alertando-o sobre a necessidade do pagamento dentro do período estipulado.

Em suma, é recomendado enviar uma mensagem SMS ou email cerca de 3 dias antes do vencimento.

Essa abordagem é eficiente com aqueles clientes que possuem títulos de alto valor, que sempre pagam suas contas com pequenos atrasos ou no dia do vencimento.

Ligações telefônicas

A princípio, as ligações telefônicas são um dos tipos de cobrança mais conhecidos das pessoas, e elas devem ser inseridas nas estratégias de cobrança das empresas sempre que a opção acima não surtir efeito.

Um ponto positivo dessa estratégia e que vale a pena ressaltar, fica por conta da proximidade criada entre empresa e o cliente, ao passo que, via telefone, é possível conseguir facilitar ao máximo as negociações da dívida e encontrar a melhor solução.

Entretanto, antes de começar a aplicar essa técnica é necessário estar atento a aspectos como o horário ideal e qual abordagem será utilizada.

Envio de cartas

Dentre os tipos de cobrança, o envio de cartas costuma ser utilizado quando a abordagem necessita ser mais branda.

Assim, o cliente recebe uma correspondência avisando-o sobre a possibilidade de regularizar sua situação de maneira simples, sem que haja a necessidade de negativar o seu nome junto aos órgãos de proteção de crédito.

Ademais, além dessa alternativa de cobrança não demandar um alto valor de investimento, ela também oferece um respaldo jurídico ao empreendedor, caso ele decida dar continuidade legal ao processo de negociação.

Cobrança digital

A cobrança digital envolve a inserção de canais digitais dentro do plano de cobrança, o que por sua vez reduz os custos referentes a disparo de mensagens e envio de boletos.

Esse é um dos tipos de cobrança mais eficientes da atualidade, vez que é muito mais fácil entrar em contato com o seu cliente via e-mail, SMS ou portal de serviços do que via carta.

Além disso, essa prática costuma se adequar perfeitamente a diferentes estratégias de cobrança, podendo sua empresa expandir as formas de contactar seu cliente.

Pagamentos recorrentes

De antemão, essa técnica não faz parte dos tipos de cobrança citados no texto, entretanto, os pagamentos recorrentes são extremamente importantes, já que contribuem para a prevenção do problema.

Aqui, as parcelas são lançadas no cartão do cliente, mês a mês, sem comprometer o seu orçamento.

Todavia, a inclusão desse sistema junto a sua empresa exige a contratação de uma plataforma de intermediação de pagamentos.

Dito isso, caso o investimento faça sentido para a sua instituição, não hesite em seguir em frente.

Cobrança via protesto cartorial

Após alguns dias de atraso, muitas empresas optam por registrarem a dívida em cartório. Embora esse seja um procedimento legal, é recomendado sua utilização apenas em casos especiais.

Assim, após registrar a dívida, o cartório entra em contato com o cliente solicitando o pagamento, o qual pode ser realizado via documento cartorial ou diretamente na empresa. Após a quitação, é preciso emitir e enviar uma carta de anuência ao cliente.

Cobrança terceirizada

Por fim, temos a cobrança terceirizada, ideal para as empresas que não querem despender mão de obra para realização dessa tarefa, tem um alto volume de devedores ou que preferem delegar essa função a empresas especializadas no assunto.

Algumas plataformas permitem que o próprio cliente acesse o site e dê início às suas negociações sem a presença de um agente.

Em síntese, essa modalidade transmite agilidade na cobrança, muito embora a empresa perca a oportunidade de estreitar relações com seu cliente.

Como escolher o melhor tipo de cobrança para sua empresa?

Conforme vimos no decorrer do texto, existem diversos tipos de cobrança aptos a serem incorporados a sua empresa, ao passo que, escolher o que melhor condiz com a atual situação do seu negócio pode não ser tarefa fácil.

Entretanto, a melhor maneira de começar a pensar em qual modelo adotar, é levando em consideração as preferências do seu público-alvo.

Em outras palavras, entender como os seus clientes respondem a diferentes tipos de abordagem pode te ajudar a compreender qual o modelo mais eficiente para o seu negócio. Nesse sentido, a realização de testes pode ser uma excelente ideia.

Além disso, tenha em mente que algumas dessas técnicas exigem gastos maiores do que outras. Dessa forma, priorize as alternativas de cobrança que cabem no seu orçamento e que ao mesmo tempo se mostrem efetivas perante seu público.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x