O que leva uma empresa a buscar uma securitizadora de crédito?

As contas a receber de uma empresa representa o dinheiro devido por seus clientes, ou seja, seus devedores. Esses recebíveis podem levar algum tempo antes de se transformarem em capital operacional disponível, o que significa que muitas empresas recorrem a produtos bancários para reduzir o prazo dos pagamentos, diminuir os riscos e suavizar seu fluxo de caixa.

Em geral, duas saídas são mais procuradas pelas empresas para gerar liquidez: o fomento mercantil (factoring) e a securitização. Enquanto os dois modelos oferecem a antecipação dos recebíveis da organização, existem algumas diferenças que podem definir quando a factoring ou a securitizadora de crédito é a melhor opção para o caixa da empresa.

Para entender melhor, abaixo relembramos rapidamente as diferenças no processo de uma factoring e de uma securitizadora de crédito, além dos pontos que podem levar uma empresa a procurar pela securitização. Acompanhe!

Fomento mercantil vs securitização: quais as diferenças?

O fomento mercantil significa que uma empresa, denominada como cedente, vende seus recebíveis a um terceiro (factoring), geralmente com um desconto significativo. O factoring paga até 90% dos recebíveis ao tomador (cedente) e, fica responsável pela cobrança da dívida, assumindo o risco de não pagamento. Quanto mais antigos os valores a receber, maior a probabilidade de permanecerem sem pagamento e, portanto, maior o desconto cobrado pela factoring.

A securitização, no entanto, garante que uma empresa receba todo o dinheiro devido por seus clientes, mesmo que esses clientes não paguem. Nesse modelo, os recebíveis de uma empresa podem ser transformados em títulos de curto prazo que são vendidos a investidores por menos do que seu valor nominal para possibilitar o retorno do investimento.

A empresa obtém seu dinheiro imediatamente e, quando os clientes finalmente pagam, os investidores recebem seu próprio dinheiro de volta. Se, entre os recebíveis em aberto, uma parte da dívida não for cobrada, esse risco será assumido pelos investidores, não pela securitizadora de crédito que emitiu os títulos. Para os devedores, a única mudança é que eles pagarão a dívida a um credor diferente, sem qualquer prejuízo.

Por que uma empresa procura uma securitizadora de crédito?

As empresas vendem seus recebíveis, por meio de uma securitizadora de crédito ou outros meios, por várias razões. Isso lhes permite receber dinheiro imediatamente, em vez de esperar que os clientes paguem. Também as isola do risco de não pagamento, já que a inadimplência é um problema comum que assola empresas de todos os setores.

O primeiro benefício para a empresa que vende seus recebíveis a uma securitizadora de crédito é o repasse do risco aos investidores. Além disso, a securitização oferece um outro benefício: embora uma empresa possa perder parte do valor de seus recebíveis quando os securitizar, vender os recebíveis dessa maneira é tipicamente mais barato para uma empresa do que contrair um empréstimo garantido pelo fluxo de caixa dos seus recebíveis.

Ainda que a securitização de contas a receber seja uma ideia bem direta, ela exige um planejamento bastante complexo para ser efetivada. Portanto, ela é mais adequada para grandes empresas que processam grandes quantidades de recebíveis.

Como destacar a sua securitizadora de crédito no mercado?

Para que a securitização dos recebíveis seja conduzida com segurança, empresas buscam uma securitizadora de crédito especializada, que lhes ofereça consultoria durante o processo. Para isso, sua empresa precisa estar preparada e organizada para atendê-los da melhor maneira.

Como trabalha no mercado financeiro, uma securitizadora de crédito pode ter seu serviços realizados totalmente online, oferecendo mais comodidade aos clientes. No entanto, para que dê certo, é preciso automatizar as atividades internas por meio de um sistema específico da área — isso garante respostas mais rápidas às cedentes e maior controle das diversas variáveis na gestão de um negócio de securitização.

Além dessas, outras práticas podem ajudar a securitizadora de crédito se destacar no mercado, como:

  • Integração dos sistemas: utilize um sistema que se integre às demais soluções que a securitizadora utiliza, permitindo que a organização realize atividades em uma interface com a qual já está familiarizada;
  • Otimize a validação de dados: grande parte do trabalho em uma securitizadora de crédito está ligado à validação das informações que passam por ela. Um software específico pode automatizar esse processo e ainda permitir que a organização selecione diferentes fontes de consulta de acordo com cada cliente;
  • Invista no atendimento: com tantas opções para escolher por aí, as cedentes querem receber um ótimo atendimento. Isso significa não só tratar bem os clientes durante as negociações, mas também guiá-los sobre as melhores escolhas, uma vez que muitos podem não entender em detalhes como a securitização funciona;
  • Tenha controle sobre riscos: como em qualquer operação financeira, a securitização oferece riscos. Para mitigá-los, é essencial contar com um controle interno eficaz. Mais uma vez, com a validação de dados automatizada, é possível reduzir os riscos tanto para a própria securitizadora de crédito quanto para a cedente;
  • Invista em marketing digital: pode ser difícil enxergar o retorno sobre o investimento, mas a verdade é que o marketing é a melhor forma de divulgar e diferenciar sua empresa. Procure estar nas plataformas em que as cedentes estão e ofereça conteúdo educativo e relevante para educá-las sobre o processo de securitização e os principais passos a tomar.

A securitização é um processo excepcionalmente inteligente que traz benefícios muito significativos para praticamente todos os envolvidos. Retira a dívida de um balanço e a substitui por liquidez e oferece a investidores terceiros investimentos que pagam de acordo com o risco que estão dispostos a assumir.

No entanto, as complicações do processo podem levar à opacidade que afasta cedentes dessa opção. Mas com supervisão e conhecimento adequados, esses riscos podem ser gerenciados, atraindo novos clientes para sua securitizadora de crédito.

Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando o blog da Decisão Sistemas para mais dicas como essa!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Aniversário Decisão Sistemas | 50% de desconto nas primeiras 2 mensalidades

0
Would love your thoughts, please comment.x