O que fazer quando o dinheiro em caixa acaba antes do esperado

Imagem de uma nota de R$100 , uma caneta e uma calculadora

O Brasil é um país de empreendedores natos. O brasileiro tem o empreendedorismo correndo nas veias e a maioria da população, uma vez na vida, já pensou em abrir o seu próprio negócio e para isso, precisou de dinheiro em caixa.

Atualmente, momento em que o país conta com mais de 10 milhões de desempregados, o empreendedorismo tem sido a forma encontrada pelos brasileiros para conseguirem sobreviver, pagar suas contas e até mesmo para alimentar suas famílias.

Entretanto, bem se sabe que abrir uma empresa no Brasil é algo extremamente burocrático e dispendioso, tanto que, grande parte das empresas abertas por aqui acaba fechando suas portas em menos de dois anos.

Entretanto, as que conseguem vencer grande parte dos obstáculos e decidem seguir adiante, uma hora ou outra, acabam se deparando com um fluxo de caixa baixo que surge como um grande desafio a ser encarado, especialmente para as micro, pequenas e médias empresas.

Então, fizemos esse artigo para te ajudar quando o dinheiro em caixa acabar antes do esperado, algo muito comum para os empreendedores brasileiros.

Burocracia: um temido obstáculo

Já que abrir uma empresa no Brasil é uma situação coberta de burocracia, conseguir linhas de crédito não seria diferente.

Conseguir empréstimos ou qualquer outro tipo de crédito oferecido por bancos é extremamente difícil e, infelizmente, não é qualquer empresa que consegue. Dentre as maiores dificuldades e empecilhos para a liberação de crédito estão as exigências de tempo de existência da empresa, juros altos e ainda, as garantias exigidas para o caso do solicitante se tornar inadimplente.

É a velha burocracia atravessando o caminho dos empreendedores no Brasil.

Então, é fundamental ter uma gestão financeira eficiente, para garantir que você não precise correr atrás dos bancos para te salvar das situações difíceis.

Por que é importante ter uma boa gestão financeira?

Para o dinheiro em caixa não acabar antes do esperado, é essencial ter uma excelente gestão financeira. Isso significa que é preciso ter uma noção exata dos custos e do resultado das vendas ou serviços.

Quando não se tem estas informações, nem mesmo é possível fazer uma precificação eficiente e também medir as margens reais de lucro, ou seja a chance dos problemas financeiros são grandes.

E por lucro não devemos pensar apenas no dinheiro resultante da venda menos o quanto foi gasto. É preciso incluir desgaste de ferramentas, equipamentos, veículos, instalações, reposição dos estoques, entre outros que são intangíveis.

Para crescer a empresa, modernizar instalações, treinar funcionários e outras melhorias, é preciso ter dinheiro em caixa.

Se todos os custos não forem eficientemente calculados, existe uma chance grande de o dinheiro em caixa acabar antes do esperado, e muitas vezes o empresário nem consegue saber para onde foi o dinheiro.

Por isso, boas noções de gestão financeira são tão necessárias.

O que acontece quando falta dinheiro no caixa?

Quando falta dinheiro no caixa é o momento de parar e analisar com calma quais foram as razões que levaram a empresa até essa situação, e assim entender quais são as próximas ações adotadas e traçar um novo planejamento estratégico.

Além disso, é preciso cuidado com o clima organizacional e como isso pode afetar a produção dos funcionários da empresa de uma forma geral.

Então, o que fazer quando o dinheiro em caixa acaba antes do esperado?

Uma excelente alternativa pode ser contar com a ajuda financeira de factorings, securitizadoras e ESCs para tirar a empresa dessa situação.

Para que uma empresa consiga ampliar o seu negócio é necessário que se tenha capital de giro e, para que possa manter o caixa fora da linha vermelha de alerta, inúmeras empresas encontram nas factorings e suas congeneres, grandes aliadas em momentos como este.

As factorings e suas co-irmãs, securitizadoras e ESCS, trabalham com antecipação de recebíveis e acabam ajudando as empresas a transformarem suas vendas a prazo em dinheiro à vista, o que possibilita o investimento e até a reorganização financeira de diferentes negócios espalhados pelo Brasil.

Além disso, alguns passos fundamentais precisam ser seguidos para que o dinheiro em caixa não acabe antes do esperado.

  • Investigue os motivos: é fundamental que o empreendedor entenda qual é a causa da falta de dinheiro no caixa. Isso pode acontecer por diversos motivos como falta de atenção, investimentos errados, entre outros;
  • Corrija os erros: depois de descobrir o motivo, é hora de trabalhar para corrigir os problemas. Pode não ser fácil traçar novos rumos, mas muitas vezes, isso é fundamental para ter um novo objetivo na empresa;
  • Reveja os processos internos: novos processos podem ser essenciais para que você possa traçar metas cada vez mais interessantes, mais desafiadoras e importantes para seu negócio;
  • Treine os funcionários: um dos alicerces principais do negócio são os colaboradores, por isso, é fundamental que eles desenvolvam novos hábitos para ajudar a alavancar a empresa;
  • Acompanhe o fechamento do caixa: assim é possível sanar as potenciais desconfianças mesmo que por um momento e talvez alterar alguns processos internos;
  • Pense na possibilidade de um empréstimo: assim como falamos, talvez procurar uma factoring seja uma excelente alternativa para continuar com seus negócios;
  • Negocie prazos: se o seu dinheiro em caixa acabou antes do esperado, negocie os pagamentos com seus parceiros e fornecedores. Assim você terá tempo para se recuperar e quitar todas as dívidas com mais tranquilidade;
  • Faça um novo planejamento: é fundamental ter um planejamento tanto mensal e anual para o fluxo de caixa, e assim, por meio dessa estipulação de números, conseguir se planejar de maneira mais precisa para saber lidar com eventuais emergências.

Como evitar que o dinheiro em caixa acabe antes do esperado?

Quer evitar com que acontecimentos relacionados a falta de dinheiro no caixa apareçam?

Então é hora de entender o que você pode fazer.

  • Acompanhe e revise entradas e saídas de valores: um controle diário vai diminuir muito as chances de potenciais desvios ou problemas na hora de fechar o caixa da empresa;
  • Confira e avalie lançamentos errados: isso é algo que pode acontecer, e um controle mais a fundo vai ajudar o negócio a não perpetuar o erro;
  • Use a tecnologia a seu favor: um software para controle financeiro vai oferecer maior certeza quanto a saúde financeira do negócio, os valores que estão entrando, saindo, sendo aplicados e demais possibilidades;
  • Tenha uma reserva de fundo de caixa: imprevistos podem acontecer, e ter uma reserva para estes momentos é garantia de continuidade da empresa quando as coisas não estiverem tão bem como o esperado;
  • Planeje possíveis imprevistos e despesas: esse é um dos princípios de uma boa gestão financeira: trabalhar com o orçamento para planejar os próximos passos, as próximas contas e demais investimentos que serão aplicados.

Gostou do nosso artigo? Então clique aqui e continue sua leitura no nosso blog sobre estes e outros assuntos.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x