Conheça 6 vantagens e riscos da antecipação de recebíveis

Mulher com sua mão em destaque digitando em calculadora

Você já ouviu falar em antecipação de recebíveis? Essa pode ser uma ferramenta muito útil para os gestores de empresas de diferentes setores. Os desafios na gestão de uma empresa são inúmeros. Além disso, devido a fatores externos, muitas vezes, o planejamento financeiro não ocorre do jeito esperado.

Conhecer essa alternativa, além de saber como simular a antecipação de recebíveis, pode ser bastante útil nessas situações.

Sendo assim, não deixe de ler até ao final, para conhecer as 6 vantagens desse tipo de operação, além de saber quais os riscos e pontos de atenção. Boa leitura!

O que é a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis consiste em fazer o recebimento antecipado de valores de títulos de crédito como duplicatas, notas promissórias e/ou cheques com vencimentos futuros, para que a empresa tenha os valores em caixa no presente. 

Em outras palavras, ela permite que uma entrada de caixa futura seja realocada para o presente.

No caso de um negócio que realiza vendas a prazo, a antecipação de recebíveis permite que ele utilize os recursos de maneira imediata, sem ser necessário esperar o vencimento dos títulos.

O valor, então, pode ser utilizado pela empresa (também chamada de cedente) para uma infinidade de propósitos, como ajustar o caixa da empresa, pagar fornecedores e empregados ou investir em novos equipamentos.

Como funciona a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis pode ser realizada por três meios: bancos, FIDCs e factorings. Veja mais sobre cada um deles a seguir.

Bancos

No caso dos bancos, a instituição escolhida realiza uma análise de crédito da empresa cedente e das notas, cheques ou duplicatas que essa deseja antecipar, o que torna a operação mais burocrática. Há a cobrança de uma taxa administrativa e a incidência de IOF sobre a operação.

FIDCs

Os FIDCs são Fundos de Investimento em Direitos Creditórios. Para antecipar recebíveis em um FIDC, a empresa cedente deve procurar uma securitizadora ou fundo, que transformará os débitos em Direitos Creditórios — títulos negociáveis no mercado de valores. Os FIDCs oferecem taxas competitivas e a operação é isenta de IOF.

Factorings

Por último, as empresas de factoring também realizam a antecipação de recebíveis. Nesse caso, são empresas especializadas que realizam a compra do cheque, duplicata ou nota promissória, com um desconto sob o valor total da mesma.

A factoring, então, passa a ser credora do débito e a cedente tem acesso ao valor imediato. É uma operação menos burocrática e mais adequada para quem busca uma solução simples e rápida.

Diferenças entre antecipação de recebíveis e empréstimo

É importante compreender as diferenças entre a antecipação de recebíveis e o empréstimo, duas formas de obtenção de recursos financeiros que podem ser oferecidas aos seus clientes de factoring.

Na antecipação de recebíveis, a empresa cedente (cliente) vende seus recebíveis futuros a um desconto para a empresa de factoring, que por sua vez antecipa o recebimento desses valores em troca de uma taxa (factor).

Já no empréstimo, a empresa tomadora (cliente) recebe uma quantia em dinheiro emprestada no presente e concorda em pagar juros sobre o valor emprestado, dividido em parcelas futuras.

Outra diferença importante é a garantia exigida em cada operação. Na antecipação de recebíveis, os próprios recebíveis futuros servem como garantia para a empresa de factoring, reduzindo o risco de inadimplência.

Por outro lado, no empréstimo, é comum que a instituição financeira exija alguma forma de garantia, como um imóvel, um veículo ou um avalista, para reduzir o risco de inadimplência ou perda.

Além disso, as taxas de juros cobradas na antecipação de recebíveis são geralmente menores do que as taxas de juros cobradas em empréstimos, porque o risco para a empresa de factoring é menor nessa operação.

Outra diferença importante é a finalidade do recurso obtido. A antecipação de recebíveis é mais indicada para empresas que precisam de capital de giro para manter suas atividades, como pagar fornecedores ou comprar matéria-prima.

Já o empréstimo é mais indicado para empresas que precisam de recursos para investimentos de longo prazo, como a compra de maquinário ou a expansão de suas operações.

Vantagens da antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis é vantajosa para as empresas cedentes (clientes) e para a própria empresa de factoring.

Para as empresas cedentes, essa operação oferece uma série de vantagens, tais como:

1. Taxas menores

Ao comparar a antecipação de recebíveis com financiamentos, empréstimos e cheque especial é possível notar que essa opção tem taxas menores.

Em parte, isso se deve ao fato de que a empresa não está pedindo dinheiro emprestado, mas sim usando recursos próprios, que são os títulos de créditos oriundos de suas vendas e que seriam recebidos no futuro.

Isso faz com que a operação seja mais barata, diminuindo os riscos e o comprometimento de receitas e o endividamento do negócio.

2. Redução dos riscos

A inadimplência é um problema para todas as empresas. Ao antecipar seus recebíveis, a empresa cedente transfere o risco de inadimplência para a empresa de factoring, que assume a responsabilidade pelo recebimento desses valores.

3. Mais liquidez

Ao antecipar seus recebíveis futuros, a empresa cedente pode ter uma previsão mais precisa do seu fluxo de caixa e planejar melhor suas despesas e investimentos futuros, pois a antecipação de recebíveis gera mais liquidez para a empresa manter suas contas em dia.

Deste modo, os recursos que a cedente recebe ao antecipar suas contas a receber, além de equilibrar o fluxo de caixa do seu negócio, aumenta o capital de giro que ela pode criar e tornar seu balanço mais líquido.

4. Finanças estruturadas

A antecipação de recebíveis permite que a empresa financie suas operações com seus próprios recursos.

O tempo médio de recebimento será reduzido, o que significa que a estrutura financeira da empresa será mais forte. A cedente pode usar os recursos próprios da empresa para financiar suas próprias necessidades e aumentar seus negócios.

5. Agilidade em obter capital de giro

A antecipação de recebíveis é uma forma de financiamento mais ágil e simples do que outras formas de crédito, como empréstimos, e pode ser uma opção interessante para empresas que não têm acesso a outras formas de crédito.

Além disso, a antecipação de recebíveis é muito comum entre as organizações. A depender da plataforma e da tecnologia, pode até ser feita de maneira simples e rápida.

6. Escalabilidade da empresa

Realizar a antecipação de recebíveis permite à empresa crescer financeiramente. Ela consegue ter mais liquidez para aproveitar oportunidades (como descontos na compra de equipamentos ou matéria-prima à vista), assim como consegue negociar mais facilmente com os fornecedores em busca de condições diferenciadas.

Já para a empresa de factoring, as vantagens da antecipação de recebíveis incluem:

  • Baixo risco de inadimplência: como a garantia da antecipação de recebíveis são os próprios recebíveis futuros, o risco de inadimplência é menor do que em outras formas de financiamento.
  • Margem de lucro atraente: a antecipação de recebíveis pode ser uma operação bastante lucrativa para a empresa de factoring, que pode obter uma margem de lucro atraente na operação.
  • Relacionamento com clientes: a antecipação de recebíveis pode ser uma forma de estreitar o relacionamento com os clientes da empresa de factoring, que podem ter suas necessidades financeiras atendidas por meio dessa solução.
  • Maior flexibilidade na gestão de caixa: a antecipação de recebíveis permite que a empresa de factoring tenha uma gestão de caixa mais previsível, à medida que tem conhecimento dos vencimentos da carteira de recebíveis futuros adquiridos.

Quais cuidados tomar na antecipação de recebíveis?

Assim como qualquer operação financeira, a antecipação de recebíveis exige alguns cuidados. Portanto, é importante tomar alguns cuidados, tanto para as empresas cedentes quanto para a própria empresa de factoring.

Para as empresas cedentes, os cuidados a tomar incluem:

  • Avaliar a necessidade real da antecipação de recebíveis: ela pode ser uma solução vantajosa em muitos casos, mas é importante avaliar se essa é realmente a melhor opção para a empresa no momento.
  • Verificar as taxas e condições oferecidas: antes de fechar negócio com uma empresa de factoring, é importante verificar as taxas e condições oferecidas, comparando com outras formas de financiamento disponíveis no mercado.
  • Avaliar a reputação da empresa de factoring: é importante avaliar a reputação da empresa de factoring antes de fechar negócio, para garantir que a empresa seja confiável e ofereça boas condições de negociação.
  • Garantir a qualidade dos recebíveis: para que a antecipação de recebíveis seja vantajosa, é importante garantir que os recebíveis antecipados sejam de qualidade e tenham boa probabilidade de serem quitados.

Já para a empresa de factoring, os cuidados a tomar incluem:

  • Para que a operação seja lucrativa e segura, é importante avaliar a qualidade dos recebíveis a serem antecipados, garantindo que sejam de boa qualidade e tenham baixo risco de inadimplência.
  • É importante avaliar a capacidade de pagamento do cliente da empresa cedente (sacado), para garantir que a operação seja segura e não represente um risco para a empresa de factoring.
  • É importante verificar a documentação dos recebíveis a serem antecipados, garantindo que estejam em conformidade com a legislação, sejam oriundos de vendas efetivas e que sejam válidos e efetivamente quitáveis.
  • É importante ter um contrato bem estruturado que estabeleça as condições da operação de antecipação de recebíveis, garantindo que as expectativas das duas partes sejam atendidas e que a operação seja segura e transparente.

Qual o valor das taxas cobradas?

O valor da taxa cobrada dependerá das condições econômicas do mercado de créditos (custo do dinheiro) e da taxa de risco de inadimplência e perda.

No caso das factorings e ESCs, as taxas percentuais de desconto dos títulos podem variar de 1% a 15% do valor do recebível adiantado.

É preciso verificar também a existência de outras taxas, como taxas administrativas e impostos. Algumas instituições cobram apenas a taxa percentual de desconto, outras cobram uma tarifa fixa a cada título antecipado, tarifa de transação, tarifa de antecipação e taxa de IOF.

Ao contrário de outras opções de financiamento, a antecipação de recebíveis permite que uma empresa pague por suas operações usando o capital que gera com suas vendas. Sendo assim, ela poderá impulsionar seus próprios recursos para ajudar a financiar o desenvolvimento e as necessidades da empresa, impulsionando os negócios como resultado.

Não perca nenhuma atualização! Nos acompanhe em nossas redes e fique por dentro de tudo.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x